Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Acertos de uma Miúda

"I felt in love for a whisper, a demon, a torment. I felt in love for a madness."

Bullying

Infelizmente, o bullying é algo que está presente no quotidiano e que, basicamente, é um problema mundial. O objetivo deste texto é tecer alguns conselhos sobre o bullying, sobretudo quando acontece na escola e se não o conseguir, então peço desculpa mas hoje, foi o melhor que consegui escrever. Todos temos dias menos bons, certo?

 

Eu testemunhei bullying desde os meus 10 aos 12/13 anos, e porquê? Porque não era aquela menina perfeita, porque hoje em dia, a nossa sociedade não presta e parece que se alimentam de insultar os outros! E acredito que muitos passem ou já passaram pelo mesmo, afinal mesmo que não demonstremos mínima importância sobre o que dizem sobre nós, ouvimos e isso afeta, mais do que devia.

 

Entre os meus 10 e 13 anos, que foram sem dúvida alguma os piores que já vivi, havia dias em que eu meio que sentia pena de mim mesma, eu pensava que não valia nada, que ninguém gostava de mim, então eu procurava por pessoas que comentassem o facto de eu não valer mesmo nada, só para ter a certeza de que estava certa quando o pensava…

Com o passar dos anos, eu percebi que eu consigo aceitar criticas, definitivamente, mas se me dizem “não gosto de ti” eu quero saber o porquê de não gostarem de mim.

 

Tal como eu, todos ou quase todos os adolescentes que passam ou passaram por isto ou algo parecido, gostavam de conseguir não pensar muito no assunto mas simplesmente não dá porque não há como conseguir entender a sociedade em que vivemos hoje em dia!

 

Agora eu sei que isso foi só uma fase e que, felizmente, já passou por isso, resumindo e baralhando: não ligues ao que os outros dizem, independentemente de ser fácil ou difícil, apenas não o faças porque é isso que eles querem. Atenção.