Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Acertos de uma Miúda

"I felt in love for a whisper, a demon, a torment. I felt in love for a madness."

Conversas do café: Desabafo #2

Às vezes, dou por mim distraída, a pensar em coisas completamente reais, presentes em todo o dia a dia. Acho que todos temos aquela tal de maldita atração por alguém certo? E aquelas amizade falsas?

 

Nunca fui de me apaixonar por este ou aquele, nunca tive um namorado e, consequentemente, não lido bem com aqueles que querem ser mais simpáticos comigo, uma simpatia à qual eu não estou, de todo, habituada.

Acho uma graça aquelas pessoas que não podem ver um rapaz e uma rapariga juntos, começam a fazer filmes. Qual é a novidade?!

Já tive uma espécie de conflito com as mesmas, o meu melhor amigo, bem, não mais, costumava andar comigo na escola, ou só passar uns minutinhos… surgiram comentários, as tais bocas desnecessárias (…) e a amizade já era!

 

Confesso que se não tivesse acontecido comigo diria que se isso acontece, então, não era uma dita amizade porque algo grande, que não nasça de um dia para o outro, não desaparece também de um dia para o outro, portanto tentei mentalizar-me a mim própria de que era só uma fase mas não. Chamo-lhe de amizades falsas e estão sempre presentes, podem não vir de pessoas mais próximas como sempre me disseram mas vai haver sempre aquele alguém que não é o que demonstra ser.

 

Consequências: falta de confiança e criação de alguém bastante inseguro. Eu.

odds-2.jpg

 

Conversas do café: Desabafo

Desapareci e apareci, outra vez... Mas tenho uma explicação um tanto credível!

 

Concluindo já o que ainda não disse sequer: já estou farta de cá andar. Nestes últimos dias tenho-me isolado bastante de tudo e todos. Não sei, apenas não tenho paciência para estar, ouvir ou falar com quem quer que seja. Não digo que seja uma coisa normal, mas não é completamente anormal. 

 

Outro facto, choro frequentemente, sem razão aparente... Raiva, irritação e impaciência, três das palavras que mais me definem nestes dias, basicamente, sinto raiva de tudo, irrito-me demasiado fácil e impaciência... nem se fala!

É muito mau quando não me sinto bem, ou nem me sinto 'eu'. Não me costumava importar com os comentários que faziam a meu respeito, ou com as típicas 'bocas' que amigos meus mandavam, mas ultimamente isso não acontece. Eu deixo-me afetar por qualquer coisa, por uma mínima brincadeira! E isso é tão frustrante.